A perversa “eugenia preventiva”

Por: Paulo Cesar Starke JuniorEm: Notícias


Editorial do dia 22/10/2016 da Gazeta do Povo, principal jornal do Paraná, comenta a tentativa de liberar o aborto para gestantes com zika independentemente do estado de saúde do bebê, uma autêntica “eugenia preventiva”.

“Na dúvida, mate-se – é isso que desejam os abortistas por trás da ação que deseja liberar o aborto para gestantes com zika, independentemente da confirmação de microcefalia no filho”, diz o editorial.

Leia a íntegra em http://www.gazetadopovo.com.br/